quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Hitchcock/Truffaut - Entrevistas




Alfred Hitchcock:

"Havia certa vez um roteirista que sempre tinha suas melhores ideias no meio da noite e, quando acordava de manhã, não conseguia se lembrar delas. Finalmente, pensou: 'Vou pôr um papel e um lápis ao lado da cama, e quando a ideia chegar poderei escrevê-la'. Então o sujeito se deita e, evidentemente, no meio da noite acorda com uma ideia fantástica; escreve depressa a ideia e readormece todo contente. Na manhã seguinte acorda e, primeiro, esquece que escreveu a ideia. Está se barbeando e pensa: 'Ah! essa não! Tive de novo uma ideia fantástica na noite passada mas agora esqueci. Ah! é terrível... Ah! mas que nada, não esqueci, tinha meu lápis e meu papel!'. Corre até o quarto, apanha o papel e lê: 'Rapaz se apaixona por uma moça'".




TRUFFAUT, François; Hitchcock/Truffaut – entrevistas; tradução: Rosa Freire D’Aguiar; Companhia das Letras, São Paulo, 2010, p. 262

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...