domingo, 5 de janeiro de 2014

Help! (1965)


direção: Richard Lester;
roteiro: Marc Behm, Charles Wood;
direção de fotografia: David Watkin;

Na virada do século XIX para o XX, se popularizou na Inglaterra um estilo de teatro em que comediantes desenvolviam breves gags, muitas delas sem necessidade de utilizar comunicação vocal (Charles Chaplin, por exemplo, se beneficiou muito com esta forma de fazer comédia). Este estilo de fazer comédia avançou pelos tempos até chegar no cinema de Richard Lester. Lester é conhecido por ter feito, entre outras famosas películas, os filmes dos Beatles.

Help! possui uma narrativa rápida para que possa adequar duas formas diferentes de expressão: as músicas, com sua "estética de videoclipe" não tão comum na década de 1960, em que são apresentadas ao espectador imagens rápidas, sem qualquer ligação com a história que está sendo contada; e o lado cômico do filme, em que as piadas são soltas no estilo de gags. São duas formas de expressão que pedem uma narrativa rápida, em que os cortes tem que ser ágeis para manter a continuidade rítmica do filme.

Quanto à estética do filme (sem contar com a estética do videoclipe) temos também o visual psicodélico que interfere diretamente na fotografia de David Watkin, com a utilização de cores fortes, que remetem ao colorido proveniente da cultura indiana que estava a inspirar os músicos de Liverpool. Esta escolha de cores pode ser notada principalmente quando as músicas são contadas e Lester desenvolve os clipes.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...