terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

O 3D

por: Yves São Paulo

Desde que a TV invadiu a casa de milhares de pessoas o cinema vem sendo obrigado a inventar novas fórmulas para levar mais pessoas ás de todo o mundo. Agora com o sucesso crescente do cinema 3D os canais de televisão querem levar (e já estão levando) a tecnologia para o seu proveito. Quem vai querer sair de casa e pagar para assistir um filme em três dimensões se, em casa, eles tem um aparelho com a mesma tecnologia?
O cinema se verá obrigado novamente a criar mais uma nova tecnologia para passar a TV para trás. Daqui algum tempo os filmes em 3D vão ser a maioria, e possivelmente irão colocar os clássicos da arte em movimento em três dimensões.
Ainda bem que para toda a "regra" existe uma exceção, exemplo disto é o cinema colorido, onde a maioria dos filmes feitos são em cores, mas algumas belas obras ainda são em preto e branco, exemplos deisto são os filmes: "A Lista de Schindler" de Steven Spielberg lançado no mesmo ano que seu "Jurassic Park", e "Touro Indomável" de Martin Scorsese.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Preto e Branco, Cor e 3D

por: Yves São Paulo

O Preto e Branco
No inicio, como todos sabem, os filmes eram em preto e branco. Não eram vinte e quatro fotos por segundo como muitos crêem que era, já que o filme era movido manualmente por uma especie de manivela (isso pode ser visto no filme King Kong de Peter Jackson que fez questão de reproduzir a câmera), só depois de algum tempo que os famosos 24 quadros por segundo se tornaram um padrão para filmagem e exibição. Foi com o cinema em preto e branco que algumas das mais importantes introduções cinematográfcas foram colocadas, como o som e é em preto e branco que foram feitas algumas das obras mais importantes da história da sétima arte, como por exemplo: "Cidadão Kane" e "Encouraçado Potemkin".
Foi com estas duas cores que algumas das maiores personalidades do mundo da arte em movimento apareceram como: os próprios Orson Welles, Serguei Eisenstein,(diretores dos filmes acima citados como exemplo) Charles Chaplin e diversos outros grandes personagens.

Cor
A maioria dos filmes que conhecemos são em cores, mas no inicio eram, em sua maioria, filmes para crianças como: "O Mágico de Oz", "Branca de Neve e os Sete Anões". A prática de filmes coloridos começou a se popularizar na década de 1950 quando foram feitos belos filmes como: "Cantando na Chuva", "Sinfonia em Paris" e "Alice no País das Maravilhas". Apesar de "E O Vento Levou" ter feito um enorme sucesso não conseguiu levar muitos produtores a quererem fazer filme coloridos, o que deveria ter um enorme custo como hoje tem o 3D. Os filmes coloridos fizeram sucesso pelo fato de serem simples de serem assistidos, mais aceitáveis aos olhos, já que nós enxergamos tudo com diversas cores.

O 3D
Hoje, com toda esta "falação" sobre James Cameron e seu filme em 3D ninguém parece lembrar de como ele (o cinema em 3 dimensões) era antes. Vou lembrar então. O espectador assistia ao filme com um óculos que normalmente eram de papelão e que possuía uma lente vermelha e a outra azul. Era quase difícil assistir ao filme, e o mais emocionante de tudo é que as pessoas não conseguiam ficar com esta maravilha no rosto, já que ela provocava dores de cabeça.
O que muita gente realmente não sabe é que Alfred Hitchcock fez um filme com esta tecnologia. o filme foi "Dique M Para Matar"(dial m for murder, 1955) e não gostando do resultado o 3D foi jogado de lado por muito tempo. Não existe mais nenhuma cópia deste filme em 3 dimensões. Mas hoje parece que esta tecnologia é a próxima inovação permanente a ser utilizada no cinema para que as próximas gerações tenham vontade de ir ao cinema apreciar uma obra cinematográfica.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Sexta Cinamatográfica: "Estranhos"

por: Yves São Paulo

"Estranhos" é mais um dos filmes que estão agitando o recente mercado cinematográfico baiano. Dirigido por Paulo Alcântara, este é um filme da nova era do cinema brasileiro, que agora é uma câmera na mão e uma indústria nas costas. O filme teve um orçamento inicial de 1,2 milhão. Para quem achava que a Bahia só teria cinema depois que o resto do país tivesse aqui está, depois de "Filhos de João, Admirável Mundo Novo Baiano", o trailer de "Estranhos" como prova do renascimento do cinema baiano.
video
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...